24 junho 2015

Gelo

 
Eu tenho me sentido meio mal.
É estranho. Eu sempre fui, sei lá, importante - as melhores notas, os melhores amigos, a melhor família, os melhores desenhos... Todo mundo me amava por que eu representava algo. E era divertido se aproximar de mim porque ninguém sabia o que esperar. Eu era completamente inescrutável.
Só que perdeu a graça, acabou a novidade. Todo mundo já sabe o que esperar de mim - um gelo - e ninguém vai correr atrás.
Isso faz eu me sentir tão estranha. Se as pessoas não vêm até mim, o que eu faço? Eu queria poder ser tão fria quanto antes, mas eu mudei um pouco, então eu me importo.
É estranho mesmo, não é? Será que é tudo da minha cabeça?
Eu me sinto por baixo. Eu sou orgulhosa, então eu não vou admitir. Mas não tem problema. Eu vou repetir até decorar, até que se torne mais fácil.

É exclusivamente minha culpa...
É exclusivamente minha culpa...
É exclusivamente minha culpa.


O engraçado dos textos pessoais é que eu me odeio por escrevê-los, e me acho boba. Eu não gosto de admitir coisas ruins sobre mim mesma. Mas que droga. Eu espero não achar esses textos muito idiotas, quando relê-los daqui há uns anos.

Um comentário:

  1. Não sinta-se culpada de algo ou porque mudou de comportamento (foi isso que entendi) e que os outros a deixaram por isso. Diga a você mesma que é uma nova fase e é hora de vivenciar outras coisas e conhecer outras pessoas. Força moça.

    http://lunanacht.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir