11 dezembro 2015

Fingindo



O calor do verão torna tudo suor e poeira. Sentados lado a lado – ou nem tanto assim –, conseguimos observar perfeitamente a forma como a luz da tarde entra pela janela e escorrega pela parede.
Dedos, olhos, silêncio.
Uma conversa boba trás à tona um outro assunto qualquer. Algo sobre chuvas e passeios e felicidade e aventura.
“A gente podia fazer isso quando completarmos 18”, ouço.
“É”, concordo, e sorrio afavelmente. É uma ideia bonita – simples, talvez até inocente, porém bonita. Uma promessa de anos – o tipo de coisa que faz parecer valer a pena o dia insuportavelmente calorento.
“Vou me lembrar disso”, é a resposta que vem.
Nós sabemos que não vai acontecer, mas não falamos.
Sorrisos, cílios, conforto.
Tem um motivo para tudo isso – algo que talvez tenha derretido com o sol. Talvez seja apenas mais confortável continuar sentindo o gosto de palavras aleatórias, ao invés de admitir qualquer coisa.
Continuar fingindo.


Eu escrevi esse texto quando poderia estar dormindo, então espero que tenha ficado satisfatório. Peguei recuperação em matemática e vou precisar estudar alguns dias a mais. Fora isso, de boas - vou viajar nas férias, e já estou animada pra tentar gravar algo pra vocês (será que eu consigo?).
Aqui tá meio parado por falta de criatividade. Vocês podem me dar umas dicas do que postar, se quiserem - porque, fora resenhas, eu não tenho ideia. Saudade de vocês. ♥

3 comentários:

  1. A coisa que mais dizem é "quando fizermos 18, faremos isso e aquilo", mas também deve ser a maior mentira 9mesmo que não saibam ainda que é uma mentira).
    Mas talvez dê à alma sensação de liberdade.

    ResponderExcluir
  2. Esse texto é bonito, ficou sim satisfatório, poético até.
    Parece que todos estão de recuperação, que horror! E eu acho matemática muito fácil, não faço ideia do que é ficar de recuperação então eu queria muito entender, sabe?
    Gravar? É ótimo! Eu não tenho uma câmera decente pra isso! Força que você consegue!
    Agora sobre ideias de post, não sou a melhor pra isso, tô enfrentando essa mesma crise e estou mendigando com os meus amigos do facebook sobre o que eu posto e é assim que eu tô conseguindo manter o blog -qq
    Bem, acho uma boa pesquisar sobre coisas que você acha curioso e postar por aqui, eu sempre faço isso na pior das hipóteses, é um tipo de post que considero fácil e interessante o/

    Diário de uma Otome

    ResponderExcluir
  3. Olá!!!
    Passei pelo teu blog e estou a adorar!
    É muito raro ver uma menina da tua idade escrever tão bem!
    Já sou tua seguidora!
    Se quiseres fazer uma visitinha ao meu blog eu ficaria lisonjeada!
    Um Grande Abraço!
    Margarida Ferreira
    http://vivendocomaspalavras.blogspot.pt/

    ResponderExcluir